Top 9 Ferramentas para marceneiro: conheça as principais!

Algumas ferramentas para marceneiro são essenciais para quem possui uma marcenaria, ou para quem
não abre mão de ter pequenas oficinas em casa. Quem realiza esses trabalhos manuais sabe o quão
terapêutico e relaxante é passar algumas horas tirando um tempo para realizar manutenção ou criar
novos projetos. Para escolher suas ferramentas principais, você precisará definir seu objetivo e começar
a fazer uma lista com os elementos necessários.
A Dutra Máquinas preparou esse conteúdo para você conhecer algumas das ferramentas indispensáveis
para marcenarias, que possuem como objetivo principal o serviço com a madeira, a qual necessita de
cuidados especiais com materiais de qualidade para não danificar a peça trabalhada.

 

Quais as ferramentas de marceneiro?

Se você possui uma marcenaria e quer se destacar entre seus concorrentes, ou até mesmo aprimorar seus
equipamentos em sua oficina em casa, irá precisar dessas seguintes ferramentas:

1. Trenas

Mão segurando trena sobre tábua.

Para que suas peças e materiais sejam na medida ideal, os elementos principais para iniciar sua lista de
ferramentas são as trenas e réguas, as quais definem as medidas, comprimento, largura e até os ângulos.
Um dos principais instrumentos de medida, as trenas dispensam a necessidade modelos de tamanhos
exageradas, caso o uso seja doméstico, um modelo com até 3 metros já consegue entregar um excelente
resultado.

2. Réguas

régua metálica sobre pedaço de madeira em mesa de marceneiro

As réguas de aço ou alumínio são as mais recomendadas, visto que a duração delas é ainda maior,
permitindo um serviço completo, visto que elas são usadas em praticamente todos os projetos. Podem
variar entre 15cm até algumas com 100cm, vai depender de sua utilidade. Outro ponto a se atentar sobre
as réguas é que sejam sem brilho, para permitir uma visualização mais clara da medida, uma vez que
esse reflexo dificulta a leitura dos pontos dependendo da iluminação local.

3. Esquadros

foto de esquadro e lápis

Os esquadros utilizados na marcenaria são diferentes dos convencionais, isso porque o formato é ideal
para esse fim, então busque por esquadro de carpinteiro para ter seus projetos alinhados. Essa ferramenta
é essencial na definição de ângulos, então adquira um de qualidade, que pode ter entre ângulos de 90 e
45 graus e seja em inox, aço ou alumínio para uma maior durabilidade e eficiência.

4. Serras

As serras também existem em diversos tamanhos e materiais, e para escolher a que vai entregar os
resultados esperados, antes é preciso saber o seu objetivo, já que os modelos variam para cortes em
ripas, cortes em bambu, cortes de luthier, entre outros. Atualmente existem os modelos de serras
manuais e elétricas, então tudo dependerá de seu orçamento.
A dica principal é sobre o número de dentes que o serrote escolhido vai ter, sendo que as opções com 7
a 9 dentes por polegada são ideais para madeiras grandes. Os modelos de discos de serra com 9-13
dentes por polegada dão uma precisão maior para os acabamentos, assim como as de 13-16 também
desempenham uma ótima funcionalidade nesses trabalhos finais dos projetos. Para serrar as madeiras
mais robustas é recomendado adquirir os modelos de 5-7 dentes.

5. Riscadores

Muitos marceneiros utilizam lápis ou canetas para realizar suas marcações, porém esses materiais podem
não ser úteis para todos os casos, como as madeiras mais escuras, que não recebem a coloração da
marcação, sendo imprescindível ter um riscador por perto.
Essas ferramentas também existem em diversos modelos, o que te permite explorar entre o aço, latão,
alumínio, entre outros. Os riscadores contam com uma ponta aguda para também realizarem furos entre
as medidas, o que ajuda no alinhamento entre as marcações.

6. Formões

Os formões realizam entalhes na madeira, e são imprescindíveis na caixa de ferramenta de qualquer
marceneiro. Ao esculpir algumas peças é necessário de um Formão, adequado para deixar seus projetos
ainda mais personalizados. Alguns modelos não vêm afiados de fábrica, mas mesmo assim é de extrema
importante possuir pelo menos dois tipos de formões para deixar seus serviços mais otimizados e com
maior qualidade.

7. Plaina

As plainas nivelam e dão forma nas peças de madeira, principalmente para os fins de criação de
molduras, elas são práticas e não podem faltar entre as ferramentas do carpinteiro/marceneiro. Se
assemelham com as opções de lixadeiras, entretanto, a estrutura das plainas é mais compacta. Entre as
plainas disponíveis, existem as manuais, mas também as elétricas, escolha as que completarem suas
necessidades.

8. Grampos

Para que as peças de madeira fiquem bem fixas e não se movimentem durante seus serviços e projetos, é
necessário adquirir os grampos, que posicionam corretamente cada material. Além de seguros, se tornam
a terceira mão de qualquer marceneiro, com uma trava adequada, prendem as placas de madeira de
estabilizam seu serviço.

9. Furadeira

Para escolher a furadeira ideal, você analisa a utilidade que ela irá ter em sua marcenaria, e com certeza
terá diversas finalidades. Os modelos elétricos são os mais indicados, pois conseguem perfurar a própria
madeira, também concreto, metais e muito mais. Certifique-se da qualidade da furadeira escolhida e
adquira o modelo que mais se encaixar com suas necessidades.
Escolhendo as ferramentas
Depois que você fizer sua lista com os equipamentos essenciais para sua marcenaria, escolha as
ferramentas que mais vão condizer com suas utilidades. Então, analise preço, qualidade, modelo e
marca. Faça um orçamento prévio, escolha uma compra que se encaixe em sua disponibilidade
financeira, depois finalize suas compras com um organizador de ferramentas para deixar a usabilidade
delas ainda mais acessível.
Esperamos que tenha gostado dessas dicas e se quiser saber mais informações sobre ferramentas, entre
outras dicas especiais, não deixe de conferir nossos outros conteúdos! Até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *