São Paulo
July 21, 2024
Confira o passo a passo de como tratar água de piscina inflável!
Faça você mesmo

Confira o passo a passo de como tratar água de piscina inflável!

jul 3, 2024

Nada melhor do que aproveitar uma piscina em um dia quente, não é mesmo? Mas, para poder desfrutar com muita tranquilidade, é essencial garantir um bom tratamento da água, afinal, uma piscina sem o tratamento correto pode transmitir doenças como micoses, dermatites e foliculites.

Apesar disso, é muito comum ter dúvidas sobre como tratar a água de piscinas infláveis, quais produtos utilizar, quais investimentos fazer e muito mais. Pensando nisso, a Dutra Máquinas preparou esse conteúdo para você conferir o passo a passo para uma boa limpeza de piscina!

Piscina cheia com aspirador realizando limpeza dos azulejos
Aspirador em piscina

1. Invista em um filtro para piscina

Os filtros para piscina facilitam muito a limpeza das mesmas e, hoje, existem diversas opções de bombas com filtro. Basicamente, eles fazem com que a água fique em movimento, retirando as impurezas do local. Além disso, esse equipamento ajuda a espalhar melhor os produtos utilizados para o tratamento da água.

Diversas piscinas já são vendidas com o filtro acoplado, mas mesmo que a sua não venha, é muito importante comprar a peça à parte. Ele fará total diferença durante o tratamento da água e irá facilitar muito a manutenção da sua piscina.

Mas, atenção! Não basta comprar um filtro e nunca mais fazer a limpeza dele. É importante que os cartuchos dele sejam limpos com uma certa frequência, isso garantirá um ótimo desempenho para a máquina.

Ah, vale ressaltar que o tempo que o equipamento ficará ligado depende muito do tamanho da sua piscina. Mas pode ficar tranquilo, basta consultar as informações disponibilizadas no manual de instruções do fabricante.

Aproveite e venha conhecer as 6 melhores piscinas infláveis para ter em casa!

2. Utilize um aspirador para limpeza de piscinas

Como vimos, o filtro ajuda muito a manter a água livre de sujeiras. Apesar disso, existem vários detritos maiores ou mais pesados que acabam ficando no fundo das piscinas e os filtros não conseguem removê-los. Por isso, utilizar um aspirador para limpeza de piscinas pode ser uma ótima ideia!

O interessante é fazer essa aspiração antes de mexer muito na água, pois dessa forma as sujeiras ficam bem alojadas no fundo da piscina e se torna mais fácil retirar tudo.

3. Faça a escovação da piscina

A escovação também é uma parte muito importante do tratamento da piscina inflável. Essa ação faz com que o ambiente fique livre de contaminações, não impregne sujeiras no plástico e que ela não fique escorregadia. Lembre-se de usar uma escova específica, pois assim você não corre o risco de danificar a estrutura da piscina.

Além disso, procure usar produtos específicos para auxiliar na limpeza. Por exemplo, se você for limpar as laterais da piscina, use um limpa-bordas não abrasivo que não irá danificar o plástico e potencializará a limpeza ainda mais. Lembre-se de fazer todo esse processo com cuidado e sem força.

4. Tire as sujeiras maiores com uma rede específica

As redes para limpeza de piscinas ajudam muito a retirar folhas, algas, bichinhos e outras sujeiras que podem ficar boiando na água. Esse tipo de peneira costuma ser largo e acompanha um cabo metálico grande o suficiente para alcançar o fundo das piscinas.

Que tal investir um pouco na área da sua piscina e decorar um espaço de lazer? Confira as ideias que a Dutra preparou para você!

5. Avalie o pH e a alcalinidade da água

Primeiramente, o pH da piscina deve sempre estar equilibrado para que os tratamentos futuros funcionem bem e mantenham a água sempre higienizada. Além disso, é essencial para evitar irritações na pele e nos olhos, pois se o nível estiver muito baixo, a água se torna ácida. E, é claro, um pH equilibrado ajuda a manter os equipamentos e a própria piscina.

O ideal é que o nível esteja entre 7,0 e 7,4. Esse valor é considerado neutro, e com ele você pode aproveitar sua piscina com tranquilidade e sem nenhum risco à sua saúde.

6. Faça o tratamento com cloro

O cloro serve para limpar a água e deixá-la livre de qualquer microorganismo, como bactérias e fungos. Além disso, ele ajuda a manter a coloração da água, não deixando-a turva e evitando a proliferação de algas que deixam o fundo das piscinas escorregadios.

Vale ressaltar a importância de aplicar o cloro na quantidade certa! Afinal, se a quantia for insuficiente, pode não ser muito eficaz e deixar os microorganismos se espalharem. Assim como aplicar cloro em excesso, que pode deixar a água tóxica e causar irritações e alergias.

Mas, afinal, como saber a quantidade correta? É bem simples, de modo geral os fabricantes recomendam 4 gramas de cloro para cada mil litros de água, mas esse valor pode ser alterado conforme a marca.

Bomba de filtrar água de piscina
Bomba de filtrar água

Mantendo esses cuidados com frequência e se preocupando sempre em proteger a água com lonas, evitando objetos cortantes e utilizando os produtos adequados, você terá uma piscina inflável com uma ótima vida útil. Para mais dicas como essas, continue acompanhando o blog da Dutra Máquinas!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.