São Paulo
June 14, 2024
Cronograma de obra: como montar um? Dicas Dutra!
Construção e reforma

Cronograma de obra: como montar um? Dicas Dutra!

jan 31, 2024

Para que uma obra tenha seu devido andamento e consiga ser finalizada respeitando os prazos estabelecidos pela construtora, é importante contar com muito planejamento para pensar em cada ação a ser desenvolvida, possíveis atrasos, metas a serem alcançadas e afins.

Se você está atuando em uma obra e deseja montar um cronograma para agilizar os processos e finalizá-la dentro do prazo, confira abaixo algumas dicas de como montar um cronograma de obras e organize cada etapa com nossas sugestões. Continue sua leitura e entenda tudo!

O que é um cronograma de obra?

O cronograma de obra consiste em estabelecer prazos específicos e bem-definidos para o andamento e conclusão das tarefas pertinentes a uma construção civil.

Para os engenheiros, o cronograma de obra é um item fundamental que organiza as etapas do processo para que todos os passos sejam realizados em prol do objetivo comum de finalizar a obra.

Além disso, por meio do cronograma, o engenheiro irá atuar de forma crítica, estratégica e complexa para estruturá-lo da melhor maneira, determinando as etapas de cada uma das fases e modificando-as de acordo com o andamento da obra.

Leia também: Qual a melhor esmerilhadeira? Guia de compra Dutra Máquinas

Como montar um cronograma de obra?

Existem muitas formas de montar um cronograma de obra, o que irá variar de acordo com cada profissional e suas técnicas de trabalho. Abaixo separamos algumas dicas que você pode seguir ou ainda podem ajudá-lo a se nortear de acordo com sua obra. Confira:

1. Liste todas as atividades a serem feitas

Para começar é preciso pensar em todas as atividades que serão realizadas na obra – desde as menores e rápidas às maiores e demoradas. Para isso, é importante montar a Estrutura Analítica do Projeto – EAP que, basicamente, irá desmembrar as atividades da obra em trabalhos menores para que, gradualmente, o resultado seja alcançado.

Além disso, ainda no planejamento, é muito importante respeitar o orçamento da obra conforme os documentos oficiais do projeto, para delinear os equipamentos, mão-de-obra, insumos e serviços que serão necessários.

Dois homens profissionais da construção civil conversando e apontando, usando roupas e EPIs, ao fundo maquinário

Ao passo em que as atividades vão sendo concluídas, vá reorganizando as atividades mais flexíveis, mesmo diante de atrasos ou planejamento, sempre visando alcançar a meta de entrega. A ideia aqui é analisar cada atividade para evitar possíveis retrabalhos em planejamentos por falta de previsibilidade, focando em sempre estar com o andamento em dia ou até mesmo adiantamentos.

2. Trabalhe com prazos e datas limites

Os prazos e datas limites devem servir para entregar a obra dentro do esperado, mas de nada vale, entregar uma construção defeituosa ou, pior ainda, sem segurança às pessoas que irão conviver naquele espaço, não é mesmo?

Pensando nisso, o ideal é trabalhar com prazos e datas limites reais e atingíveis para que tudo seja feito com um objetivo estabelecido, mas contando com qualidade e durabilidade como resultado de cada atividade finalizada.

Dois homens profissionais da construção civil, utilizando EPIs, verificando celular

Recomendamos a consideração das atividades, sua distribuição entre os profissionais e o tamanho da equipe a realizá-la, o que irá agregar uma execução e atingimento considerável da meta de entrega da obra.

3. Relacione cada uma das atividades

Outra ótima maneira de organizar seu cronograma de obra é unindo suas atividades que se relacionam e que são subordinadas entre si e que dependem de sua conclusão para haver o andamento da obra. Desse modo, é possível aproveitar o ritmo e habilidade da equipe.

Essas são as chamadas dependências, que mapeiam de forma clara o sequenciamento das tarefas e suas conclusão, além de respeitar a ordem das tarefas para seguirem o cronograma. Aqui também é importante definir o prazo de conclusão e o tempo levado para cada tarefa, com todas sob uma ótica sequencial.

Homem profissional da construção civil utilizando EPIs, apontando para algo, na outra mão usa um comunicador via rádio

4. Mantenha o acompanhamento do cronograma da obra

Ao seguir todas as dicas que mencionamos acima, direcionadas de acordo com as necessidades, demandas e andamento da obra em que você estiver atuando, é hora de colocar o cronograma em prática e com ele, mensurar os resultados e avanços de sua obra.

Para isso, a Linha de Balanço ou o Método Gantt são comumente utilizadas – metodologias direcionadas que oferecem praticidade, rapidez e facilidade no acompanhamento e visualização do cronograma da obra. Ambas se diferem conforme a obra, projeto e visualização atendidas.

Na Linha de Balanço a organização do cronograma de obra é realizada por locais conforme o andamento do projeto. Por outro lado, o Método Gantt é direcionado a projetos de menor complexidade, atuando com a lógica de organização e listagem das tarefas pendentes, separando em categorias e estimando o tempo necessário para sua execução.

Homem profissional da construção civil, utilizando capacete e roupas brancas, fala ao celular e segura projeto em papel na outra mão, ao fundo maquinários

Para que serve um cronograma de obra?

Como vimos acima, o cronograma de obra é necessário para a organização do andamento, atividades e até mesmo imprevistos que acontecem durante a obra.

É por meio dele que ocorre o método de execução das atividades necessárias para o andamento da obra, a forma com que elas serão executadas e seus respectivos prazos.

Além disso, trata-se de um documento que deve ser consultado diariamente para ocorrer uma avaliação de perto de como a obra está se desenvolvendo.

Quem faz o cronograma de obra?

O responsável pelo cronograma de obra é o arquiteto ou o engenheiro civil, em que o profissional irá fazer acompanhamento de perto para alcançar os objetivos do projeto e ainda conferir se a obra está alinhada com o propósito e demandas propostas pelo cliente.

O que você achou deste conteúdo? Esperamos que tenha gostado e que tenhamos o ajudado a entender melhor sobre como funciona o cronograma de obras, sua importância e como adotá-lo para sua rotina de obras.

A propósito, que tal aproveitar sua leitura para conferir também nosso post sobre a importância dos Equipamentos de Proteção Individual – EPIs na obra e mantenha sua segurança durante o andamento da construção.

Agradecemos por ter lido até aqui e o esperamos em nossos próximos posts sobre obras e construções. Até a próxima!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.