São Paulo
July 21, 2024
Modais de transporte: o que são e os principais tipos!
Manutenção e mecânica

Modais de transporte: o que são e os principais tipos!

jun 21, 2024

Quem trabalha com logística sabe da importância de conhecer os diferentes meios para realizar seus processos, da produção à entrega — afinal, um ponto-chave nessa área é ter produtividade em alta para garantir o melhor lucro, não é mesmo?

E, dentre esses recursos, existe um grupo que merece atenção se o seu objetivo é manter o fluxo de mercadorias da sua empresa em perfeito funcionamento: estamos falando dos modais de transporte.

Se esse termo é novo para você, não se preocupe! Hoje vamos abordar tudo o que envolve o tema, desde o que são os modais e principais tipos utilizados no Brasil até o que deve ser considerado na hora de escolher o(s) seu(s). Acompanhe a leitura e fique por dentro!

O que é modal de transporte?

O modal de transporte é a via pela qual as mercadorias podem circular, como estradas, ferrovias, água e ar. Cada um deles permite o deslocamento de veículos específicos, além de contar com infraestrutura, custo de manutenção e burocracias próprias, que podem variar conforme os tipos de matérias-primas, combustíveis e mão de obra envolvidas.

Dos gerentes aos técnicos de logística, todo profissional dessa área deve estar informado sobre o tema e compreender quais os tipos de modal que melhor viabilizam o caminho de seus produtos, do depósito ao destino. E claro que não é necessário escolher apenas um, já que eles podem funcionar de três formas:

  • Unimodal: usa apenas um meio e, portanto, um contrato para transportar a mercadoria;
  • Intermodal: usa mais de um meio, cada qual com seu próprio contrato;
  • Multimodal: usa mais de um meio, sendo que todos estão incluídos em um único contrato de logística.

Pode ser que sua empresa consiga usar mais de um desses modelos, dependendo das diferentes áreas para onde entrega e os tipos de parceiros com os quais conta. Mas, independentemente da escolha, só a faça após entender os modais que usará pelo país — e/ou fora dele.

Quais são os principais modais de transporte no Brasil?

Devido às dimensões continentais e fronteiras, tanto com outros países quanto com o oceano, o Brasil acomoda com facilidade diversos modais de transporte para a movimentação de carga, sendo os 6 principais:

1. Modal rodoviário

O modal rodoviário é o mais popular do Brasil, além de ser o que mais recebe investimentos e fiscalização do governo. Aqui, carros, caminhões e vans são os veículos que mais circulam e levam mercadorias de um canto ao outro do país, de alimentos a eletrônicos e vestuário. Veja os prós e os contras de investir nessa via:

VantagensDesvantagens
Boa infraestruturaAlto risco de acidentes (cerca de 97% do país)
Pouca burocracia para contrataçãoAlto risco de roubo
Flexibilidade por conta das diversas rotasCapacidade limitada de carregamento
Conveniência em todos os pontosCusto flutua devido ao preço do combustível
Postos de combustível de fácil acessoAlta poluição
Disponível em todo o território nacionalPode ser demorado, dependendo da época
Caminhão de carga em rodovia ao redor de plantação
Caminhão em rodovia

2. Modal ferroviário

Como o próprio nome sugere, o modal ferroviário abrange os transportes que se locomovem sobre os trilhos, como trens, metrôs e bondes. É um dos mais antigos do mundo e, aqui no Brasil, ele leva, principalmente, produtos agrícolas e minerais de uso básico. Veja as vantagens e as desvantagens desse meio:

Trem em estação ferroviária no inverno, chão com neve
Transporte ferroviário
VantagensDesvantagens
Alta capacidade de carga por trajetoPouco alcance no país
Gasto de combustível reduzidoRotas inflexíveis
Baixo índice de acidentesDemora no transporte
Pouca recorrência de roubosNecessidade de ser interligado a outro modal
Baixa tributação e burocraciaRecebe pouco investimento na infraestrutura

3. Modal hidroviário/aquaviário

O modal hidroviário, ou aquaviário, é o mais antigo do grupo e comporta as embarcações que passam pelos meios aquáticos. As principais mercadorias levadas nessa via são petróleo, minérios e grãos em grande escala, tanto para dentro quanto para fora do país.

É importante pontuarmos que esse tipo abrange dois “submodais”: os fluviais (que passam por canais, rios e lagos) e os marítimos (que passam por mares abertos e oceanos), sendo o mais usado por empresas de logística do mundo todo. Confira os prós e os contras desse método:

Navio de carga em alto mar carregado com diversos containers
VantagensDesvantagens
Baixo índice de acidentes (apenas 1%)Entrega lenta
Pouquíssimo risco de roubo de cargaDepende de outros modais para concluir a entrega
Alta capacidade de cargaAlta burocracia e custo do seguro
Baixo custo do fretePouco investimento do governo

4. Modal aéreo/aeroviário

O modal aéreo, ou aeroviário, envolve as aeronaves privadas, experimentais e táxis aéreos que levam mercadorias pelo país e fora dele. É muito usado para o transporte de fármacos, alimentos perecíveis e produtos de alto valor, como eletrônicos e bens de luxo. Os prós e os contras que mais se destacam nessa via são:

VantagensDesvantagens
Entrega rápidaMaior custo de manutenção e combustível
Pontos de chegada/partida em grandes centros urbanosPrecisa ser integrado com outros modais para concluir a entrega
Avião em pista de pouso

5. Modal dutoviário

O modal dutoviário não é tão conhecido quanto os anteriores desta lista, mas é, certamente, muito utilizado no Brasil. Ele consiste nos dutos e tubulações aparentes, subterrâneas e submarinas que levam gases, óleos, produtos químicos e fluidos líquidos de um canto ao outro do país.

Os mais famosos são o gasoduto Brasil-Bolívia, que facilita a importação de gás natural entre os dois países, e o oleoduto São Paulo-Brasília (OSBRA), que leva petróleo do poço aos postos. Dentre as vantagens e desvantagens desse meio, se destacam:

Tubos de transporte dutoviário
VantagensDesvantagens
Alta disponibilidadePoucas vias no Brasil
Alcance de grandes distâncias sem bloqueiosAlto custo e burocracia
RapidezInflexibilidade nas rotas
Reduz o contrato de civis com substâncias tóxicasAlto risco de impacto ambiental de grande escala

6. Modal infoviário

Nosso último da lista não é tão conhecido por nome, mas você com certeza já o utiliza. O modal infoviário abrange o transporte de mercadorias digitais através da infraestrutura de telecomunicações. Alguns bons exemplos incluem o envio de documentos fiscais e o cadastramento em sites de órgãos públicos, os principais prós e contras são:

VantagensDesvantagens
Praticidade e rapidezCarga tributária elevada
Alcance globalMercado competitivo desestimulado

Como escolher o modal de transporte certo?

A escolha do modal de transporte certo engloba algumas considerações que você, como gerente ou profissional de logística, deve ter em mente, como:

  • Custo envolvido em todo o processo;
  • Capacidade de carga e compatibilidade com os seus produtos;
  • Rapidez do transporte — se você trabalha com itens perecíveis, é importante escolher um mais ágil;
  • Risco de roubo, especialmente para bens de alto valor;
  • Impostos e processos burocráticos envolvidos;
  • Nível de alcance da infraestrutura e dependência de outros serviços para ser concluída.

Agora que você tem em mãos todas as informações importantes sobre os modais de transporte, é só selecionar os que mais se adéquam à sua empresa e vão ajudá-la a ser referência no mercado.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.