São Paulo
June 14, 2024
Como usar furadeira: passos e dicas de manuseio!
Máquinas e Ferramentas

Como usar furadeira: passos e dicas de manuseio!

maio 16, 2023

As furadeiras são importantes ferramentas elétricas para instalação de itens nas paredes, montagem de móveis e outras atividades que necessitem de fixação via buchas e parafusos.

Para escolher uma furadeira ideal para a sua necessidade, é preciso avaliar as especificações da ferramenta, como potência, rotação, impacto, tipo de mandril, e outras funções. Além disso, há modelos com bateria, muito práticos e simples de usar.

Já falamos aqui em nosso blog sobre como escolher furadeiras sem erro, hoje queremos trazer para você informações sobre o uso da furadeira. Acompanhe o post e não tenha mais medo de fazer os as instalações que você precisa aí na sua casa!

Afinal, como usar uma furadeira corretamente?

Existem muitos modelos de furadeira disponíveis no mercado, mas, na prática, elas não possuem tantas diferenças. Entretanto, antes de ligá-las para realizar os furos, você precisa aprender como fixar as brocas corretamente. Para realizar esse procedimento, siga o passo 1 logo abaixo!

Passo 1: coloque a broca usando o mandril da furadeira!

O primeiro passo é entender como colocar a broca na furadeira para o uso. Para isso, é necessário prender bem a broca que será utilizada no mandril da ferramenta. Afinal, se a broca não estiver presa corretamente, na hora que você for realizar o furo, a broca escapará ou ficará no furo que você vai realizar.

Basicamente, existem duas categorias de mandril para furadeiras: o de aperto giratório embutido e o com chave de aperto. Não há como trocar o mandril de uma furadeira, então, a ferramenta que você escolher é que determinará o mandril que você irá operar.

As furadeiras com os mandris com chave oferecem bastante segurança, visto que proporcionam firmeza que não permitem giros falsos. É um tipo de mandril recomendado para quem usa a mesma broca por mais tempo, realizando poucas trocas. Então, é só colocar a broca no local indicado (no encaixe do mandril) e realizar o aperto com a chave.

Já os mandris giratórios embutidos são um pouco mais práticos na hora de realizar o aperto, uma vez que basta usar as mãos para apertar e afrouxar (no sentido horário, você aperta e no afrouxa no anti-horário) as brocas.

Passo 2: furando madeira

Quem tem uma furadeira, também deve ter um jogo de brocas que costumam ser vendidos em kits com vários modelos e tamanhos diferentes. As brocas mais escuras e pontudas são as usadas em madeiras.

Então, se você precisar furar uma peça de madeira, basta selecionar a broca correta para madeira e posicionar a furadeira mantendo um ângulo reto e firmar as mãos. Pressione o gatilho e você vai ver como ela entrará facilmente realizando o furo na peça sem que você precise fazer tanta força, já que a madeira não é um tipo de material tão resistente dependendo da sua espessura.

Passo 3: como furar metal

Já as brocas de metal são bem mais resistentes para furar. Para perfurar metal, é preciso posicionar a broca no lugar que você pretende furar, maneirar na força que coloca no gatilho (pressionando gradualmente) e segurar a furadeira contra o material sempre com os braços bem firmes.

Porém, há duas necessidades principais: o material que a broca é feita precisa ser mais resistente e você terá que se proteger das faíscas que surgirão do atrito da broca com a superfície de metal.

Passo 4: realizando furos em paredes

Chegou a hora de falar das brocas de parede, que, talvez, sejam as mais utilizadas, já que as pessoas precisam delas para instalar varão de cortinas, quadros, espelhos e outros itens na parede.

Para isso, basta selecionar um jogo de brocas convencional para paredes, que funcionam super bem para alvenaria em geral. Na prática, você deve começar fazendo seu furo com uma broca inferior ao tamanho da bucha que você vai instalar.

Por exemplo, se você pretende instalar uma prateleira que precisará de brocas de 8 mm para ser fixa, comece fazendo um furo com uma broca de 6 mm e somente depois alargue o furo como a broca de 8 mm para evitar que o buraco fique muito grande e que a bucha fique frouxa dentro dele.

Além disso, mantenha a furadeira sempre reta com os braços bem firmes, pois se o buraco ficar torto a bucha não vai entrar. Então, certifique-se de fazer um furo bem retinho, ok?

Caso encontre uma viga de concreto na parede que pretende furar, você precisará de uma furadeira de impacto com a função martelete para conseguir realizar o furo, visto que as furadeiras comuns não conseguem perfurar o concreto.

Passo 5: não esqueça de usar os EPIs necessários para sua segurança

Apesar de não ser uma ferramenta muito complexa e perigosa, sendo muito utilizada em ambiente domésticos, a furadeira elétrica ainda é uma ferramenta que exige que você use os equipamentos de segurança individual. Afinal, o giro da broca em funcionamento pode gerar lesões graves caso atinja alguma parte do corpo do usuário acidentalmente.

Então, usar luvas de vaqueta (de raspa) ou luvas nitrílicas para operar a ferramenta é fundamental, assim como os óculos de proteção que são muito importantes para proteção dos olhos. Esses são os principais equipamentos que você não pode deixar de usar ao operar o equipamento.

E aí, preparado para usar a sua furadeira elétrica? Esperamos ter te ajudado com esse conteúdo e, para mais dicas interessantes sobre ferramentas, navegue entre os nossos posts e aproveite!

Talvez você se interesse pelos conteúdos:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.