São Paulo
February 29, 2024
Tipos de fundação de construção: conheça todos!
Construção e reforma

Tipos de fundação de construção: conheça todos!

fev 7, 2024

Presentes em grandes partes das construções civis, as fundações são ideais para dar sustentação a casas e prédios, direcionando seu peso ao solo e deixando o lugar mais seguro para os futuros moradores, além de evitar os riscos de deslizamentos de terra e problemas estruturais, como trincos e rachaduras nas paredes, no teto e no chão do espaço.

Dado isso, temos a importância da escolha correta da fundação para a obra, além de sua qualidade, que deve ser investida ao máximo para que os moradores possam conviver em segurança no local por muitos anos. Se você quer entender mais sobre os tipos de fundações em construções, continue sua leitura e entenda mais sobre cada um dos principais tipos.

Quais os principais tipos de fundações?

Dentre os tantos tipos de fundações existentes, podemos classificá-las em fundações superficiais e fundações profundas. Entenda melhor elas abaixo:

Fundações Superficiais

As fundações superficiais são as que utilizam menos de 3 metros de profundidade em sua estrutura, sendo a opção ideal para projetos com até dois andares. Veja quais são elas abaixo:

Fundação Radier

A fundação Radier funciona como uma laje de concreto armado ou placa que irá suportar todo o peso da construção, direcionando-o totalmente ao terreno.

Dentre suas principais vantagens, temos o aproveitamento e economia de materiais, além da velocidade elevada em que a fundação é construída. Além disso, seu uso é bastante comum em casos de imóveis pequenos, leves e/ou produzidos em alvenaria estrutural.

Fundação Sapata Isolada

Outra fundação muito utilizada em construções é a Sapata Isolada, ideal para terrenos firmes e de boa resistência. Nesse modelo de fundação, o peso da estrutura é dividido entre diversas colunas presentes na edificação, que direcionam o peso em questão ao solo.

Quanto à sua base, esse tipo de fundação, geralmente, seu formato é retangular, quadrado ou ainda trapezoidal, já seu topo pode ser em formato de pirâmide ou mesmo reto.

Fundação Viga Baldrame

A fundação viga é a que fica localizada abaixo do nível do solo, passando ao longo de todas as paredes da edificação. Ela é composta por concreto simples ou armado e atua de modo a distribuir a carga da edificação e no travamento de suas colunas. Além disso, essa fundação também pode ser usada para a ligação das sapatas.

Fundações Profundas

Diferente das fundações artificiais, as fundações profundas são adotadas quando a obra é realizada sobre um solo frágil e/ou se tratará de uma edificação grande a ser construída no lote. Além disso, é necessário fazer escavações profundas no solo para conseguir finalizá-la – em média, mais de 3 metros. Confira abaixo alguns exemplos dessa fundação:

Obra com fundação sendo construída
Etapa da fundação em obra

Fundação Caixões

Dentre as fundações profundas, a fundação caixões é um ótimo exemplo, em que há a instalação de caixões por meio de escavações internas. Em alguns casos, é necessário utilizar ar comprimido para realizar uma instalação profícua dessa fundação. Além disso, seu formato é prismático e concretado, a depender das necessidades da edificação.

Fundação Estacas

As fundações estacas são modelos de grande comprimento ideais para solos não muito resistentes, em que é preciso estacas instaladas com grande profundidade – cerca de 3 metros – para garantir a firmeza e segurança da edificação. Nessa fundação, toda a carga da construção é direcionada ao solo por meio de atrito lateral.

A escavação para essa fundação é realizada por meio de ferramentas ou máquinas, e sua estrutura recebe diferentes materiais escolhidos de acordo com cada obra, dentre os principais deles, temos o concreto, aço ou até mesmo a madeira.

Fundação Tubulações

As fundações tubulações são as de uso para prédios, viadutos, pontes e outras edificações semelhantes de grande porte. Tratam-se de grandes tubulações que possuem um diâmetro mínimo de 70 cm e profundidade que varia de 1 a 15m, a depender da avaliação do engenheiro.

Leia também: Equipamentos de segurança em construção: EPIs essenciais!

Para que servem as fundações?

Como mencionamos acima, as fundações são estruturas que irão suportar todo o peso da edificação, sendo de suma importância para toda construção civil. Além disso, a distribuição desse peso também é separada de acordo com cada fundação em direção ao solo, garantindo estabilidade.

Justamente por isso, as fundações são, na maioria das vezes, a primeira etapa a ser iniciada em uma construção, além de que, a depender do solo e das características do local em que a construção acontecer, é necessário unir mais de uma fundação para ter certeza que a edificação se tornará segura aos futuros ocupantes do local.

Qual a maneira correta em que as fundações devem ser feitas?

Para serem feitas de forma correta, as fundações devem, acima de tudo, respeitar as normas da ABNT – papel de responsabilidade do engenheiro responsável pela edificação.

Além disso, anteriormente às fundações, é necessário passar por um processo de terraplanagem e locação do terreno: ambos irão garantir que o solo se torne estável e seguro para dar andamento à construção.

Em seguida, é realizada a escavação das sapatas ou estacas e blocos que são espaço voltados à instalação das armaduras da fundação.

O que você achou deste conteúdo? Esperamos que tenha gostado e que tenhamos o ajudado a entender mais sobre as fundações presentes em edificações. A propósito, que tal complementar sua leitura com nosso post com dicas para limpeza ao final de obras e aprender a como deixá-la ainda mais pronta para os usuários?

Agradecemos por ter lido até aqui e o esperamos em nossos próximos posts disponibilizados aqui no blog da Dutra Máquinas. Até a próxima!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.