São Paulo
June 14, 2024
Conheça 6 tipos de lixadeira e entenda suas funções
Máquinas e Ferramentas

Conheça 6 tipos de lixadeira e entenda suas funções

jan 24, 2024

Uma dúvida muito comum no ambiente da construção civil está relacionada aos tipos de lixadeira existentes no mercado. Ela surge especialmente quando há um tipo específico de serviço que, se não for feito com o equipamento adequado, pode demorar muito mais do que o necessário ou ainda trazer prejuízos.

Conhecer cada um desses equipamentos pode ser vantajoso para poupar tempo ou dinheiro e ter um serviço mais eficaz e prático, especialmente se o trabalhador já estiver familiarizado com a ferramenta.

Para auxiliar na compreensão, separamos seis tipos de lixadeira para que você possa analisar amplamente cada um deles. Assim, ficará ciente sobre o seu funcionamento e a especialidade para a qual é sugerida, facilitando na hora de buscar pela opção mais adequada para seus futuros trabalhos.

Quais são os tipos de lixadeira?

Atualmente, existem vários tipos de lixadeiras disponíveis no mercado, cada uma delas com suas vantagens e usos específicos. Elas devem sempre ser avaliadas com cuidado antes de serem adquiridas para evitar que, equivocadamente, uma pessoa escolha um modelo que não seja totalmente adequado para o tipo de serviço que ela irá realizar.

Essa ferramenta elétrica, usada para lixar materiais diversos, como madeira, plástico e outros, funciona com uma lixa girando em alta velocidade, que realiza o desbaste da superfície à qual é aplicada. Por isso, são muito usadas em atividades de carpintaria, metalurgia e outras, que precisam nivelar superfícies de materiais distintos.

Confira alguns dos principais tipos, que podem ser encontrados nas lojas especializadas, cada um deles com características únicas, mas que não deixam de lado o foco principal das lixadeiras.

1. Orbital

Como o próprio nome já diz, a lixadeira orbital usa um movimento circular para realizar o serviço necessário. Assim, é muito recomendada para superfícies planas ou com curvas suaves, como móveis, portas e janelas.

Pessoa utilizando lixadeira do tipo orbital em tábua

Uma lixadeira como essa cria um movimento que ajuda a evitar marcas circulares indesejadas no local que está sendo lixado. Alguns modelos, inclusive, possuem um sistema de coleta de pó para reduzir ainda mais os detritos produzidos durante o serviço.

Aproveite e leia mais: Conheça os tipos de ferramentas e suas características.

2. De Cinta

Outro dos tipos mais conhecidos de lixadeira é a de cinta que, como o próprio nome já diz, usa uma cinta de lixa para realizar o seu trabalho. Ele é muito eficaz para remover grandes quantidades de material, especialmente em superfícies planas, como pisos de madeira e portas.

Homem utilizando lixadeira do tipo cinta

A cinta da lixadeira é presa em um par de polias, sendo uma delas movida pelo motor elétrico para criar um movimento contínuo de lixamento. Elas são muito úteis para, por exemplo, remover tinta ou verniz de alguma superfície, mas devem ser utilizadas com cuidado, para evitar danos ao local de desbaste, devido à sua rapidez de giro.

É importante lembrar-se de manter a cinta sempre limpa para uma melhor performance desse modelo.

3. De Disco

Nesse caso, a lixadeira utiliza um disco para os lixamentos, geralmente feitos para acabamentos em superfícies de madeira e metal. O equipamento utiliza movimentos giratórios por meio do disco fixado na base, acionado pelo motor.

lixadeira de disco

Assim como a lixadeira orbital, essa ferramenta também costuma vir acoplada com um coletor de pó, pois seus movimentos podem levantar muitos detritos, e um item como este auxilia na diminuição da sujeira. Devido à sua rapidez para lixar, também é importante usar a lixadeira de disco com certo cuidado para evitar danos irreparáveis em cada superfície.

4. De parede

Com um formato longo e estreito, essa é uma lixadeira específica para paredes, em especial para aquelas construídas com gesso. Ela é composta por uma base plana que se conecta com um longo cabo, permitindo que os trabalhadores alcancem áreas altas do teto ou parede sem a necessidade de algum item adicional, como uma escada.

Homem manuseando lixadeira de parede

Na base, a lixadeira é equipada com uma almofada que realiza o lixamento de forma circular, se movendo orbital ou aleatoriamente para remover texturas e acabamentos indesejados nas paredes. Além disso, também serve para nivelar a superfície, sendo assim muito útil para trabalhos de reforma e construção.

5. De palma

Dentre os diversos tipos, a chamada lixadeira de palma é uma das mais versáteis e fáceis de usar, sendo ideal para pessoas que querem fazer pequenos trabalhos em casa. Ela possui uma almofada de lixamento no formato quadrado ou retangular, que se move de forma aleatória para evitar que o lixamento deixe marcas visíveis.

Pessoa manuseando lixadeira de palma

A lixadeira de palma é muito usada para superfícies curvas ou contornadas, como molduras e rodapés, além de locais mais apertados ou de difícil acesso. O modelo conta também com um coletor de pó para facilitar na limpeza, após o término do trabalho.

6. De rolos

Diferentemente dos outros tipos, essa lixadeira utiliza uma lixa em formato cilíndrico, criando um movimento giratório para lixar superfícies irregulares ou contornadas. A ferramenta também é indicada para superfícies curvas, arredondadas ou torneadas, como pisos, escadas ou móveis.

lixadeira de rolo

Devido ao seu formato, essa lixadeira pode ser muito útil para a criação de moldes e formas arredondadas em pontas de superfícies. No entanto, deve ser usada com o máximo de cuidado para que o lixamento não passe do ponto e o resultado seja o mais eficaz possível.

7. De tambor

Nesses tipos de lixadeira, a lixa vem no formato de um tambor giratório fixado na base da ferramenta. Assim que ligada, o tambor começa a girar e permite que ele esfregue a superfície que precisa de lixamento. Elas são muito úteis para locais planos e uniformes para nivelá-los corretamente.

lixadeira de tambor

Vale lembrar que, independentemente dos tipos, sempre é importante que os trabalhadores analisem com cuidado todos eles para escolher o tipo mais útil para o serviço, prestando atenção nos formatos e tamanhos da lixa.

Além disso, é crucial sempre observar a superfície trabalhada, para evitar que o lixamento passe do ponto e cause algum dano irreversível no local. Por fim, obviamente, os usuários dessas ferramentas devem sempre utilizar equipamentos de proteção individual, como óculos de proteção e luvas.

Quais os tipos de lixadeira para madeira?

Parando para pensar, todos os tipos de lixadeira podem ser usados para madeira, exceto provavelmente as de paredes, visto que ela é mais direcionada para, como o próprio nome já diz, paredes ou gessos. Já as demais não possuem especificações como essa, cabendo aos usuários escolherem a que seja mais adequada para o seu trabalho.

Por exemplo, se a superfície que será lixada for um pouco mais curva, pode-se usar a lixadeira de rolo ou a de disco, que são mais úteis para esse tipo de local, devido aos seus formatos. Afinal, podem se encaixar melhor nas curvas do local, inclusive removendo certos resíduos que possam sobrar.

Outro exemplo é, no caso de portas de madeira, usar a lixadeira orbital ou a de tambor, que são mais específicas para superfícies planas. Assim, é possível nivelar as peças com mais eficácia, especialmente se usadas de forma correta.

Qual é o melhor tipo de lixadeira?

Analisando todos os tipos citados, não dá para afirmar que exista alguma dessas ferramentas que se destaque superiormente às demais. Portanto, cabe apenas aos usuários analisarem com cuidado todos os aspectos de cada modelo para, assim, escolherem aquele que se adequa mais ao trabalho em que será usado.

Um fator que deve ser considerado na hora da escolha é o formato e o tamanho da superfície. Além disso, o tamanho do serviço a ser realizado e quão preciso ele deve ser feito são dados importantes. Definindo essas questões, pode-se pensar na lixadeira que tenha um formato e tamanho mais adequados.

Conhecer todos os tipos de lixadeira é crucial não somente para profissionais de construção, como também para pessoas que curtem realizar trabalhos como esse em casa.

Desse modo, fica mais fácil evitar quaisquer gastos desnecessários com alguma ferramenta que não seja aquela que realmente vá exercer um serviço eficaz e com a qualidade necessária.

Esperamos que tenha gostado deste conteúdo e que tenhamos ajudado a entender melhor sobre o tema. Recomendamos ainda a leitura do post sobre manutenção de uma lixadeira orbital e aprenda a fazer com o blog da Dutra Máquinas!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.